Ajuda da tecnologia será usada pelo INSS em 2024 para impedir golpes no Auxílio-Doença: Fique atento

O INSS anunciou que irá incorporar tecnologia de Inteligência Artificial nos seus processos para evitar golpes e fraudes relacionadas ao auxílio-doença. A IA será implementada nos próximos dias e passará por testes no sistema Atestmed, utilizado para analisar atestados médicos substituindo a tradicional perícia.

Desenvolvida pela Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência Social (Dataprev), a IA apresenta um sistema avançado de análise documental. Seu foco está na verificação de dados cadastrais dos profissionais de saúde, como número de registro no Conselho Regional de Medicina (CRM), especialidade, local de trabalho, IP do computador de envio e nome do médico. Cruzando essas informações, a IA busca identificar possíveis inconsistências que indiquem fraudes.

A motivação para essa implementação surgiu de irregularidades detectadas nos documentos protocolados no Atestmed, especialmente por meio do aplicativo Meu INSS, destinado a benefícios temporários de até 180 dias. 

Uma investigação pela Polícia Federal está em andamento para apurar tais irregularidades, como padrões suspeitos identificados em verificações manuais, incluindo quatro estilos diferentes de letras em um mesmo carimbo que atesta a assinatura do médico.

A eficácia da nova ferramenta será monitorada de perto nos próximos 20 a 30 dias, conforme afirmou o presidente do INSS, Alessandro Stefanutto. Ele destacou o compromisso da instituição em fortalecer os mecanismos de controle e garantir a integridade dos processos relacionados aos benefícios previdenciários. 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.