Bolsa Família vai mesmo dar aumento de R$ 50 para beneficiários?

0

O Bolsa Família completa 20 anos de história em 2023, e contribuiu para o avanço social brasileiros nos últimos anos. Dessa forma, o governo Lula resolveu ampliar os pagamentos, com concessão de um valor de R$ 50 para o auxílio. A nova bonificação visa repassar esse valor para famílias com crianças de até 6 meses.

Assim, o incentivo deve chegar para mais de 283 mil famílias nos próximos meses. Serão 6 parcelas mensais distribuídas para os já inscritos no programa, mas vale ressaltar que a criança também precisa estar inscrita no CadÚnico. O valor extra será somado à parcela mensal de R$ 600. 

Além disso, o benefício é conhecido como “Variável Nutriz” e é cumulativo, sendo assim, os R$ 50 serão pagos de acordo com o número de bebês na composição familiar. Ou seja, se a lactante possuir de 2 a 3 bebês de até 6 meses, recebe entre R$ 100 e R$ 150 da diferença da parcela original.

Bolsa Família em 2023

Desde que Lula foi eleito novamente presidente do Brasil, cumpriu com a sua promessa de trazer o Bolsa Família de volta, com um reajuste no valor da parcela, que agora é de R$ 600, para o alívio das famílias, que recebem o valor desde março deste ano. 

Esse valor já tinha sido pago durante a pandemia, quando houve uma liberação no auxílio emergencial. Dessa forma, foi possível verificar que muitos cidadãos precisavam dessa ajuda emergencial, e o montante do Bolsa Família já não era suficiente.

Dessa forma, a gestão anterior fez um pequeno reajuste na parcela do benefício, e trocou o nome para Auxílio Brasil. O benefício cumpria o mesmo propósito, só tinha um nome diferente. 

Então, com a posse do presidente Lula no início do ano, o atual presidente percebeu que era preciso aumentar ainda mais a parcela fixa do repasse. Ademais, os pagamentos adicionais propostos pelo governo já vigoram.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.