Como recuperar o Bolsa Família após ele ser suspenso?

Nos últimos meses, uma sombra de incerteza paira sobre milhões de famílias em situação de vulnerabilidade social, diante da possibilidade iminente de suspensão do benefício do Bolsa Família

Dados do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) revelam que, entre março e novembro deste ano, aproximadamente 8,32 milhões de famílias viram seus auxílios interrompidos.

A suspensão ocorre no contexto de um minucioso processo denominado “pente-fino”, empreendido pelo governo para identificar possíveis irregularidades no Cadastro Único (CadÚnico), repositório de informações que determina o acesso ao programa de auxílio. 

Quando uma família é bloqueada, perde automaticamente o direito ao benefício, embora exista a oportunidade de apresentar defesa.

Suspensão do Bolsa Família

Segundo o MDS, os cerca de 8,32 milhões de bloqueios resultaram de um processo de correção e qualificação dos registros no Cadastro Único, com o intuito de verificar a elegibilidade dos inscritos.

Atualmente, apenas famílias com renda familiar mensal per capita de até R$ 218 podem usufruir do benefício.

Dentro desse contexto, o governo identificou diversas irregularidades, destacando-se a inconsistência de renda, quando o valor ultrapassa o estipulado pelo programa.

Além disso, foram observadas discrepâncias na composição familiar, como informações sobre o número de membros que não condizem com a realidade.

Como recuperar o benefício?

Apesar dos números expressivos de bloqueios, o MDS assegura a oportunidade de desbloquear o Bolsa Família suspenso. Para isso, é imperativo que os beneficiários compareçam ao Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) de seu município e atualizem as informações relacionadas à família, endereço e renda.

É crucial aguardar uma nova convocação para reinscrição no programa ou, em alguns casos, apenas para o desbloqueio do benefício. 

Vale ressaltar que, durante o mesmo período dos bloqueios, entre março e novembro, 2,66 milhões de novos beneficiários foram incorporados ao Bolsa Família, evidenciando a continuidade da inclusão de famílias em situação de vulnerabilidade.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.