É possível pedir o Auxílio Gás antecipado?

A escalada da inflação tem sido uma preocupação crescente para as famílias de baixa renda no Brasil, afetando principalmente os custos dos itens essenciais, como o gás de cozinha. Diante desse cenário desafiador, o Governo Federal estabeleceu o Programa de Auxílio Gás, destinado a oferecer suporte às famílias mais vulneráveis do país.

O Auxílio Gás é direcionado à famílias cadastrados no CadÚnico, com renda familiar de até meio salário mínimo por pessoa ou até três salários mínimos no total. O objetivo é garantir o acesso dessas famílias ao gás de cozinha, e aliviar os impactos da inflação.

Os pagamentos do Auxílio Gás ocorrem a cada dois meses, sendo o valor definido com base na média nacional do preço do botijão de 13 kg de Gás Liquefeito de Petróleo (GLP), estabelecida pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). O valor gira em torno de R$100.

Para acessar o benefício, é necessário estar devidamente inscrito no Cadastro Único, onde a seleção considera critérios como orçamento disponível para o programa e a quantidade de famílias em situação de vulnerabilidade no município. A verificação da elegibilidade pode ser realizada por meio do aplicativo do Bolsa Família, do Caixa Tem ou pelos telefones 111 (Caixa Econômica Federal) e 121 (Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome).

Em relação à antecipação do pagamento, o programa segue um cronograma regular a cada dois meses. O saque do valor está disponível em lotéricas, caixas eletrônicos da Caixa e correspondentes Caixa Aqui, mediante a apresentação de documento oficial com foto.

Embora não seja possível solicitar a antecipação específica do Auxílio Gás, as famílias elegíveis podem contar com esse suporte regularmente para lidar com os custos do gás de cozinha, proporcionando um alívio financeiro em meio às pressões inflacionárias.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.