Esclarecemos quem tem direito ao aumento na aposentadoria do INSS: Não perca tempo

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) anunciou que a partir do próximo mês, os aposentados e pensionistas terão um reajuste de 3,71% em seus benefícios. Esta medida segue as novas diretrizes estabelecidas pelo órgão, baseadas no Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A proposta é que este aumento abranja aqueles aposentados do INSS que recebem acima de um salário mínimo. Além do reajuste, há também a importante isenção do Imposto de Renda (IRPF), uma medida que beneficiará especialmente os que possuem 65 anos ou mais.

Como funciona o cálculo?

A isenção do IRPF para aposentados do INSS é calculada com base na tabela atual do imposto. Em 2023, o governo federal atualizou a faixa de isenção para 10,92%, o que significa que valores de até R$ 2.640 não sofrerão taxação. 

Adicionalmente, independentemente do valor da renda, será concedido um valor extra de R$ 1.903,98 a aposentados e pensionistas com mais de 65 anos.

Novidades em 2024

Para 2024, o teto do INSS foi reajustado de R$7.507,49 para R$7.786,02, ampliando o valor máximo que os aposentados podem receber. Estas informações estão disponíveis para verificação no portal Meu INSS ou através da Central de Atendimento pelo número 135.

A aplicação do reajuste começará no primeiro pagamento dos benefícios do INSS em 2024, o que significa que a partir de 25 de fevereiro, os beneficiários já poderão perceber a mudança nos valores recebidos. 

Essas medidas representam um alívio financeiro para os aposentados e pensionistas, refletindo os esforços do governo em garantir uma melhor qualidade de vida para essa parcela da população.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.