Novidades do Saque-Aniversário do FGTS para 2024

Proposta de alterações no Saque-Aniversário do FGTS para 2024 promete mudanças para os trabalhadores brasileiros. O projeto de lei, apresentado pelo Ministro do Trabalho e Emprego, Luiz Marinho, busca permitir o resgate do saldo remanescente em caso de demissão. A medida, se aprovada, poderia injetar até R$14 bilhões na economia nacional, oferecendo uma proteção financeira mais ampla aos beneficiários do FGTS.

Uma das principais propostas deste projeto é conceder aos trabalhadores a oportunidade de retirar o saldo remanescente do Saque-Aniversário em caso de demissão, retroativamente a partir de 2020. 

Atualmente apenas 40% referentes à multa rescisória do saldo do FGTS podem ser sacados em caso de demissão, deixando o restante indisponível. Caso a medida seja aprovada, sua implementação poderia representar uma injeção potencial de até R$14 bilhões na economia do país.

Para quem opta pelo Saque-Aniversário, é importante lembrar que essa modalidade, criada em 2019, permite o saque de parte do saldo do FGTS uma vez por ano, no mês de aniversário.

A Caixa Econômica Federal disponibiliza um simulador em seu site oficial para facilitar o planejamento financeiro, permitindo que os beneficiários analisem os montantes passíveis de saque e tomem decisões conscientes em relação a esse serviço.

Para aderir ao Saque-Aniversário, é necessário realizar o procedimento através do aplicativo do FGTS, fazendo login com a conta vinculada à Caixa e selecionando a opção “Saque Aniversário”. Contudo, é crucial ressaltar que ao optar por esse modelo de saque, é requerido um compromisso mínimo de 24 meses.

As novas propostas para o Saque-Aniversário do FGTS em 2024 visam oferecer uma maior segurança financeira aos trabalhadores, proporcionando uma flexibilidade adicional no acesso aos recursos do fundo de garantia.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.