Oficial: Banco Central autoriza nova instituição de pagamentos no Brasil

A Transfeera, renomada fintech sediada em Joinville, Santa Catarina, celebra uma nova conquista ao ser oficialmente reconhecida como Instituição de Pagamento pelo Banco Central (BC). 

Fundada há seis anos, a empresa tem desempenhado um papel crucial na otimização das operações de suas empresas clientes, oferecendo soluções baseadas em uma gestão eficiente.

Instituição de pagamentos autorizada pelo BC

A autorização concedida pelo BC para a Transfeera, que já movimentou mais de R$ 24 bilhões desde 2017, sendo R$ 19 milhões apenas no último ano, representa um marco significativo. 

Com essa nova designação, a fintech ganha maior autonomia e agilidade em suas operações, segundo Fernando Nunes, cofundador da Transfeera.

“Nossa regulamentação pelo Banco Central é crucial para alcançarmos nossos objetivos principais. A segurança continua sendo um ponto fundamental em nossa nova posição como Instituição de Pagamento”, destaca Nunes.

A Transfeera, que atua conectando empresas à infraestrutura de pagamentos, agora terá mais autonomia para atender às demandas tecnológicas, garantindo estabilidade e qualidade no Sistema de Pagamentos Brasileiro (SPB).

Com a supervisão direta do Banco Central, a Transfeera reforça sua governança, controle e solidez. A empresa está agora sujeita a um conjunto robusto de regras, garantindo sua perenidade e expandindo suas possibilidades de oferecer produtos e serviços financeiros em meios de pagamento.

Investimento da Transfeera

No cenário financeiro, a Transfeera destaca-se fornecendo infraestrutura para mais de 450 clientes em todo o Brasil, oferecendo serviços como boletos com QR Code, pagamentos e recebimentos via Pix, consolidando todas as transações financeiras. 

A fintech já recebeu investimentos de parceiros renomados do setor e foi reconhecida como startup revelação pelo Startup Awards da ABStartups em 2020. 

Este ano, a empresa foi incluída na lista das “100 Startups To Watch” pela Pequenas Empresas & Grandes Negócios, e recentemente anunciou uma nova captação de R$ 7 milhões, liderada pela Honey Island e 4UM Investimentos.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.