Salários de mais de R$ 10 mil: Veja as 2.053 vagas do Concurso Nacional Unificado que pagam isso

O Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos anunciou um novo horizonte de oportunidades para quem busca uma carreira sólida e remuneração atraente. O Concurso Nacional Unificado, cujo edital foi publicado na última quarta-feira (10), oferece um total de 2.053 vagas com salários superiores a R$10 mil em diversas áreas e órgãos federais.

Entre as posições mais destacadas, a função de Auditor-Fiscal do Trabalho lidera com um salário expressivo de R$ 22.924, seguido por duas outras carreiras, Especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental, e Analista de Comércio Exterior, ambas com salários iniciais fixados em R$ 20,9 mil. Essas oportunidades fazem parte das 6.640 vagas disponíveis no certame.

O cargo de Auditor-Fiscal do Trabalho, além de oferecer a remuneração mais elevada, também apresenta o maior número de vagas, totalizando 900 oportunidades. Vale ressaltar que, em alguns casos, os vencimentos podem ultrapassar o salário inicial previsto no edital, graças às bonificações e benefícios adicionais.

As provas estão agendadas para o dia 5 de maio, abrangendo 180 localidades em todo o país, distribuídas nas cinco regiões. Diferentemente de outros concursos, o Concurso Nacional Unificado adotará um modelo de prova única e nacional, desenvolvido pelo próprio Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos. Essa estratégia visa garantir uma avaliação justa e igualitária a todos os candidatos, independentemente de sua localização geográfica.

Com a proximidade da data das provas, os interessados têm pouco menos de dois meses para intensificar seus estudos e preparação. As altas remunerações oferecidas e a diversidade de cargos disponíveis prometem atrair um grande número de candidatos em busca de uma ascensão profissional e estabilidade financeira.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.